terça-feira, 10 de maio de 2011

{Notícias} Um olhar além da máquina fotográfica

A fotógrafa Paula Sampaio viajou para a Espanha no dia 28 de abril. Lá, ela participou como convidada especial da Asociación ProDocumentales Cine y Tv da 11ª Muestra "Documentales y Fotografias de America Latina", realizada nas cidades de Santander e Comillas, para mostrar uma parte do documentário "Antônios e Cândidas têm sonhos de sorte", com imagens e registros contextualizados durante as viagens que fez pela Transamazônica e Belém Brasília, onde conheceu gente simples, cheia de histórias interessantes e emocionantes.
O evento ainda está acontecendo. A abertura foi no dia 29 de abril e a mostra continua aberta até 27 de maio, com os trabalhos expostos nas cidades de Santander e Comillas. Esta última foi onde Paula participou, como convidada, do Fórum de Fotógrafos, na sede da Fundacion Comillas, patrocinadora da mostra.
A cada edição, a coordenação do evento elege um país para homenagear. Este ano o Brasil foi o eleito. Assim, Paula Sampaio e outro brasileiro, o professor Niltón José dos Reis Rocha, da Universidade Federal de Goiás, mostraram aos participantes do evento, que reuniu um total de 70 películas e obras de 56 fotógrafos da América do Sul, Canadá, Japão e África.

Sobre Paula Sampaio

Paula Sampaio nasceu em Belo Horizonte/MG, em 1965. Vive em Belém/PA desde 82. Graduou-se em Comunicação Social pela Universidade Federal do Pará e fez especialização em Comunicação e Semiótica na PUC/MG. Começou a trabalhar com fotojornalismo em 1987. Foi membro da Comissão dos Repórteres Fotográficos e Cinematográficos do Sindicato dos Jornalistas do Pará, além de fazer parte de diversos projetos na área de fotografia desenvolvidos pela Fotoativa.
Atualmente trabalha no jornal O Liberal e no Instituto de Artes do Pará. Paralelamente, desenvolve projetos de documentação fotográfica sobre a colonização, ocupação e migrações na Amazônia, a partir do cotidiano das comunidades que vivem às margens das grandes estradas abertas na região nos últimos 30 anos, principalmente as rodovias Transamazônica e Belém-Brasília. Esse trabalho, que vem sendo realizado desde 1990, já foi premiado pela Funarte (IV Prêmio Marc Ferrez de Fotografia, 1993), Mother Jones Internacional Fund for Documentary Photography (1997) e ganhou Menção Honrosa na terceira versão de Prêmio Nacional de Fotografia/Funarte (1998).Em 2004 o projeto “Antônios e Cândidas tem sonhos de sorte” ganhou a Bolsa Vitae de Pesquisa e Arte. Com esse trabalho se conclui a documentação realizada na última década.
Atualmente, participa do Projeto “Terra de Negro”, coordenado pelo Instituto de Artes do Pará e Raízes, documentando as comunidades Quilombolas do Estado do Pará e também dos projetos de Educação Patrimonial desenvolvidos pelo Museu Paraense Emílio Goeld.

Paula Sampaio



Fonte: O liberal; Cultura Pará

Um comentário:

  1. Olá
    Primeiramente gostaria de lhe parabenizar pelo blog.
    Meu nome é Raquel e sou responsável por parcerias de diversos sites e gostaria de lhe convidar para ser nosso parceiro também, possuímos diversos sites relacionados a moda todos com ótimos posicionamento no Google e grande número de acessos onde poderíamos trocar links, um dos nossos sites é esse.
    www.maquina-fotografica.net
    Vamos conversar mais a respeito.
    email: raquelmoreira100@gmail.com
    Msn: raquelmoreira1000@hotmail.com

    ResponderExcluir